13º: como aproveitar com inteligência?

Publicado por Eutolimpo em

Como aproveitar o 13º com inteligencia
Escrito por: Equipe Eutolimpo

Fim do ano chegando e com ele as festas e comemorações. Mas não é só isso, nessa época do ano muitas pessoas já estão com o salário comprometido antes mesmo de recebê-lo, e é aí que o 13º entra na história como uma oportunidade para minimizar ou até mesmo resolver aquele aperto financeiro.

Mas é claro que para cada perfil de trabalhador, vamos ter uma utilização diferente. Por isso selecionamos algumas dicas de como fazer uso dessa grana “extra”, assim você pode ver qual se encaixa melhor no seu caso!

Se livrar de dívidas e contas atrasadas

Segundo a ANEFAC (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade), quase 90% dos brasileiros pretendem utilizar o 13º para quitar dívidas.

Se você está quase ou já está no vermelho por causa de contas e dívidas em atraso, usar o 13º para quitá-las deve ser seu plano inicial. Dê prioridade às contas essenciais, como água, luz, gás, aluguel e condomínio.

Mas caso você não tenha contas atrasadas, uma alternativa inteligente é tentar renegociar suas dívidas. Fazendo o pagamento à vista é possível conseguir ótimos descontos. Dê uma atenção maior às dívidas com juros mais altos primeiro, como cartão de crédito e cheque especial, e posteriormente às com juros mais baixos como consignado e empréstimos pessoais.

Antecipar parcelas

Se você possui parcelas pendentes em compras ou financiamentos, adiantar algumas delas pode te ajudar a ter uma folga no orçamento nos próximos meses. Além de reduzir o tempo que você vai levar pagando o parcelamento, ainda é possível conseguir algum desconto no adiantamento, dependendo da instituição.

Se preparar para os gastos de começo de ano

Sabemos que o começo de ano traz diversos gastos com IPTU e IPVA, material escolar, entre outros. Por isso se você não possui contas atrasadas ou outras dívidas, o 13º pode ser reservado para os gastos do início do próximo ano.

Fazer um “pezinho de meia”

Se seu salário ou 13º não estão totalmente comprometidos nesse fim de ano, guarde esse dinheirinho “extra” para fazer uma reserva de emergência. Ela servirá como alternativa na proteção de imprevistos, gastos inesperados e no seu orçamento.

O recomendado é que esse colchão cubra, pelo menos, seis meses dos seus gastos mensais.

Investir

Se você está com a sua vida financeira em dia, aproveite seu 13º para fazer investimentos. Pra te ajudar e ficar mais simples, separe o valor em 3 potes: um para curto prazo, outro para médio prazo e o terceiro para longo prazo.

Pra te ajudar, existem diversos aplicativos de investimentos e corretoras. Escolha a opção que mais se encaixa no seu perfil e comece a investir.

Aproveitar seu dindin

Finalmente, o momento mais esperado do ano: aproveitar o nosso suado dinheirinho! Com suas finanças organizadas, você pode aproveitar e gastar seu 13º salário do jeito que preferir. Compre presentes, de um rolê, faça uma viagem…

Só não vai gastar mais do que pode e se endividar, hein?

Gostou das dicas? Então continue nos acompanhando por aqui, e também pelo  FacebookInstagram e Twitter!


Conta pra gente: o que achou desse post?