Cartão adicional: o que é e como funciona?

Publicado por Eutolimpo em

Você e sua família são do tipo que usam o mesmo cartão de crédito para fazer compras? Se sim, vão gostar bastante dessa opção: o cartão adicional. Vale também para aqueles que ainda não tem um cartão de crédito — por medo de gastar demais, score baixo, nome restrito ou está começando a sua vida financeira agora —, mas sempre usa o de um parente ou amigo.

Mas antes de adquirir presentear alguém com um cartão de crédito adicional, é muito importante entender como ele funciona para evitar surpresinhas no futuro e ele acabar se tornando só mais um problema na sua vida financeira. Bora saber mais? Continue lendo!

Como o cartão adicional funciona na prática?

O cartão adicional (ou cartão de dependente) nada mais é do que um cartão de crédito extra que o titular oferece para a utilização de outra pessoa, como um familiar ou amigo de confiança. Ele é indicado para casos em que a pessoa utiliza o cartão de outra pessoa, e aí, para não precisar ficar pegando o cartão dela, cada um terá seu com o próprio nome impresso.

Mas é importante ressaltar que tanto o cartão adicional como a fatura virá no nome do titular do cartão principal. Além disso, não confunda: um cartão adicional não é outro cartão de crédito com limite separado, e sim uma comodidade para o cliente.

Limite e senha do cartão: como funcionam?

O limite do cartão adicional e do dependente (ou dependentes, se você solicitar mais que um) é o mesmo limite de uso total do cartão. Ou seja: se o limite é de R$5 mil e você já gastou R$2 mil em compras, restam ainda R$3 mil para serem utilizados tanto pelo titular quanto pelo dependente.

Por isso, tenha em mente que existe um único limite para você e seus dependentes, que esse limite é dividido entre vocês. Então muita atenção ao saldo conforme os cartões forem sendo utilizados.

Já em relação à senha é diferente. Quando solicitar um cartão adicional para o banco, o titular deverá informar o nome do dependente (que receberá o cartão adicional) e o novo cartão chegará ao endereço do titular, com o nome do dependente impresso no produto. Depois, a instituição financeira enviará a senha desse cartão separadamente, também ao endereço do titular, e somente ele poderá desbloqueá-lo.

Após receber o papel com a senha e fazer o desbloqueio, o titular poderá entregar o cartão adicional ao dependente que pode (e deve) fazer a alteração da senha, por segurança.

É possível colocar limite no cartão adicional?

Geralmente, quando o titular solicita um cartão de dependente, ele também pode informar o limite que aquela pessoa poderá utilizar dentro do limite total de crédito. Essa é uma forma de controlar os gastos do dependente e evitar que ele extrapole nas compras.

No entanto, a possibilidade de definir o valor que o adicional poderá utilizar varia de banco para banco, sendo assim, é importante verificar as regras da instituição que oferece o produto.

Como funciona a fatura do cartão do dependente?

A maioria dos bancos gera uma única fatura, como é o caso do Itaú e Santander. Desse modo, as compras do titular e dependente serão reunidas no resumo da fatura, com a identificação das compras com o número final de cada cartão (geralmente, os quatro últimos números aparecem no documento).

Mas pode ser que as faturas cheguem separadamente, e mesmo nesses casos o pagamento é de responsabilidade do titular. Também vale ressaltar que a data de vencimento é uma só para todos os cartões.

Existe anuidade ou taxas de cartão adicional?

Cada instituição financeira tem suas condições, por isso, é necessário verificar certinho em cada uma delas. Por exemplo, no C6 Bank o cartão de crédito comum oferece o primeiro cartão adicional grátis. Se o titular desejar incluir mais dependentes, será cobrada a mensalidade de R$20,00 por cartão.

Já a modalidade Carbon, do mesmo banco, é uma linha exclusiva para clientes de alta renda e isso permite que o banco ofereça até seis adicionais gratuitos. Caso o titular deseje ter mais dependentes que isso, haverá a cobrança de anuidade para cada um no valor de 50% do que o titular já paga. Para esse perfil de cartão são 12 parcelas de R$ 85. No entanto, vale a pena pesquisar por bancos que oferecem adicionais grátis.

Existe variação de regras para cartão adicional entre os bancos?

Existe sim, cada instituição financeira trabalha com regras próprias que definem as condições de oferta e utilização de crédito. Existem bancos que oferecem adicionais gratuitos, outros, apenas um adicional e cobra por isso. Tem ainda aqueles que isentam da taxa dependendo de quanto o cliente gasta por mês.

Por isso, sempre que for contratar um cartão de crédito, pergunte, leia e se informe sobre todas as políticas de cobrança da empresa. Isso evita muita dor de cabeça depois!

E aí, gostou das dicas? Continue acompanhando o Eu tô limpo para ver mais conteúdos incríveis para te ajudar! Siga a gente nas redes sociais: Facebook e Instagram e não se esqueça de acessar nosso site clicando aqui e consultar seu desconto!


Conta pra gente: o que achou desse post?