Não caia no golpe do boleto

Publicado por Eutolimpo em

boleto
Escrito por: Equipe Eutolimpo

No Brasil, o boleto bancário é a segunda forma de pagamento mais utilizada, ficando atrás do cartão de crédito apenas. Mesmo parecendo a opção mais segura algumas vezes, existem milhares de fraudes cometidas através de um boleto falso. Só esse ano (2019), o número de fraudes aumentou 55% em relação ao ano anterior.

Nessas horas todo cuidado é pouco, por isso selecionamos algumas dicas para te ajudar a não cair nessa cilada:

Verifique o código de barras

Em um boleto verdadeiro, os números da linha digitável aparecem exatamente iguais na região superior e inferior e possuem 48 dígitos, sendo os três primeiros correspondentes ao código de identificação do banco, ou seja, da instituição financeira que o emitiu, e os do final ao valor do documento. Por isso fique atento: se os números forem diferentes, pode ser golpe!

Além disso, existem vírus que alteram o código de barras, tornando-o ilegível. Ele fica com falhas, o que o torna impossível de ser reconhecido pela leitora, obrigando o atendente a digitar a linha impressa no boleto, fazendo com que o pagamento caia numa conta totalmente desconhecida.

Atenção aos dados do boleto bancário

Sempre confira se as informações, tanto da empresa quanto as suas, estão corretas. Erros de português e divergência de dados são comuns em boletos falsos, por isso, verifique desde o seu CPF até itens mais “simples” como endereço residencial.

Também é importante verificar se o boleto contém informações como data de vencimento, CNPJ e nome do beneficiário (pode ser que a empresa use seu nome de Razão Social (nome oficial da empresa), no lugar do nome fantasia).

*Confira se o CNPJ informado é o mesmo da empresa que você teve contato. Para isso, basta fazer uma pesquisa rápida na internet.

Confira a fonte de emissão do boleto

Muitos golpistas fazem o envio do boleto falso através de e-mail, SMS e até whatsapp. Por isso, é essencial verificar se a fonte é confiável: veja se o domínio do e-mail ou número pelo qual recebeu a fatura pertence à empresa que você contatou.

Para maior segurança, procure sempre emitir seu boleto pelo site oficial, como o Eutolimpo, por exemplo.

Atenção ao valor

O valor do boleto aparece em dois lugares: no espaço “valor do documento” e nos dígitos finais do código de barras. Caso o valor não seja igual, desconfie!  Outro sinal de alerta é constar um preço diferente em uma cobrança que costuma ter um valor fixo.

Dica bônus

Geralmente, os sites de empresas e instituições financeiras possuem dicas antifraude que contém informações, inclusive, sobre seus boletos.

Gostou das dicas? Então continue nos acompanhando por aqui, e também pelo Facebook, InstagramTwitter!


Conta pra gente: o que achou desse post?