Organização financeira com apenas 4 metas

Publicado por Eutolimpo em

Sabemos que com o ano acabando e com isso começamos nossa lista de promessas para o próximo ano não é mesmo? Virou um habito pensar nas coisas que queremos melhorar ou obter no ano que está por vir e precisamos dar os primeiros passos para ter sucesso na nossa organização financeira, mas será que essas promessas de ano novo vai durar? Bem, pode ser que não. Por isso, a melhor estratégia para tirar esses planos apenas da imaginação é transformar as tais “promessas” em metas e o próximo ano pode ser aquele em que elas realmente saem do papel.

Criando metas para 2022

Sempre falamos aqui no Eu tô limpo sobre traçar metas e fazer a sua listinha de objetivos a ser realizados até para poder melhorar a sua organização financeira e nada melhor do que colocando no papel o que você espera para 2022

Podemos começar com questões simples para essa pequena lista

  • O que espero alcançar profissionalmente no próximo ano?
  • O que espero alcançar na vida pessoal no próximo ano?
  • Com quais ferramentas vou me organizar?
  • O que posso fazer hoje, mês que vem e no final do ano?
  • Quais hábitos eu preciso rever e mudar para poder melhorar?
  • Como eu me vejo no final deste ano?
  • Quanto eu preciso investir em dinheiro para alcançar minhas metas?
  • Por onde eu começo?

Depois de listar e responder essas perguntas, seus caminhos poderão ser melhor visualizados e traçados

Já pensou no seu objetivo para 2022?

Sabemos que nossos objetivos precisam ser traçados e mesmo que seja aos poucos você precisa pensar em quais vão ser esses objetivos, seja viajar, estudar fora, ter filhos, reformar a casa ou sair do vermelho, muitos dos planos para o ano-novo envolvem algum tipo de planejamento financeiro. O problema é que, quando o assunto são finanças pessoais, muitos dos conselhos parecem distantes da realidade.

Pensando nisso decidi te listar 4 metas reais e possíveis que te ajudam a dar os primeiros passos na organização financeira para o ano que vem.

  • Perder o medo de fazer perguntas: tire suas dúvidas antes de contratar qualquer serviço
  • Criar uma rotina para guardar: pode ser diária, semanal, mensal. O importante é começar com um pequeno hábito.
  • Renegociar as dívidas: é um primeiro passo concreto para “sair do vermelho”;
  • Montar um orçamento: procure formas simples de organizar seus gastos;

1. Perder o medo de fazer perguntas

Falar de dinheiro é um assunto delicado para a maioria das pessoas. Por isso, uma boa meta é perder o medo de questionar o gerente do banco ou atendente de qualquer serviço financeiro. Tire as dúvidas nos mínimos detalhes e não aceite assinar um contrato sem clareza total das informações descritas no documento.

Lembre-se: ninguém é obrigado a entender todos os termos usados no mercado financeiro e ninguém é obrigado a levar nenhum serviço sem ter noção do que está em jogo.

2. Criar uma rotina para guardar

Sabemos que os tempos andam difíceis e as vezes nem sobra aquele dinheiro para ser guardado, mas pense em começar esse habito de guardar, seja toda semana, ou todo mês ou assim que você receber você pode guardar um determinado valor, por exemplo.

O importante é não deixar esse plano somente na imaginação e criar uma rotina prática mesmo que seja começando a guardar apenas 1 real, mesmo com pouco podemos fazer uma grande diferença no final.

3. Renegociar as dívidas

Um jeito de dar o primeiro passo  para começar o ano daquele jeito é colocar como meta a renegociação de dívidas já existentes. Assim, você para os juros que está pagando e consegue, na maioria das vezes, uma parcela que se encaixe melhor na sua rotina. Renegociar as dívidas pode ser a sua primeira meta financeira do ano.

4. Montar um orçamento

Parece complicado, mas montar um orçamento de casa ou orçamento para seu projeto de vida é algo bastante simples e que pode ser feito sem nenhuma ferramenta específica. O mais importante é saber qual é a renda da casa e quais os custos básicos de manutenção.

Como montar um orçamento vai te ajudar? Sabe aquele sonho que está parado a uns 5 anos?  Pois é: ter um orçamento vai ajudar a colocá-lo em prática. Se você não sabe qual é a sua renda e quais são os gastos mínimos, não irá conseguir se planejar.

Quer outras dicas para se organizar melhor? Você sempre pode contar com os conteúdos de finanças e organização financeira do Eu tô limpo e todas as ferramentas disponíveis especialmente para te ajudar a viver no azul!

Siga a gente nas redes sociais: Facebook e Instagram e não se esqueça de acessar nosso site clicando aqui e consultar seu desconto!


Conta pra gente: o que achou desse post?