Regra 50 20 30: como funciona?

Publicado por Eutolimpo em

Regra 50 20 30
Escrito por: Equipe Eu to Limpo

A gente sabe que organizar as finanças pessoais não é algo fácil. Às vezes nem nos damos conta e nosso dinheiro já foi embora (e o pior de tudo, para onde?). Contas e mais contas, gastos com despesas, escola, saúde e por aí vai.

Por isso, cada vez mais métodos são criados para ajudar as pessoas a cuidarem melhor do seu dinheiro e gerenciarem a vida financeira. A regra dos 50 20 30 é um deles e nesse post nós vamos te explicar tudo que você precisa saber sobre ela!

O conceito

De forma simples e prática, a regra 50 20 30 organiza suas despesas em 3 categorias:

  1. Necessidades = 50% para os gastos essenciais
  2. Poupança e/ou dívidas = 20% para prioridades financeiras
  3. Desejos pessoais – 30% para os momentos de lazer

Agora vamos te explicar o que cada uma delas compreende.

50% da sua renda para as prioridades

As chamadas necessidades essenciais devem compreender a maior parte da sua renda – mais precisamente, a metade dela. Geralmente, estão inclusas nessas despesas: habitação, que pode envolver aluguel, condomínio e contas residenciais, como água, energia e gás, supermercado, educação, saúde, e despesas com transporte (carro, ônibus, etc).

Mas é importante tomar cuidado, pois é possível que as necessidades compreendam mais da metade da sua renda. Nesse caso, é hora de sentar e rever todos os seus gastos. Você realmente está vivendo um padrão de vida compatível com o seu salário? É possível reduzir esses gastos, principalmente com relação às contas residenciais?

Rever seus gastos é um ponto importantíssimo para a regra dar certo.

20% para os investimentos

Falar em investir pode parecer algo totalmente fora da nossa realidade, ainda mais quando estamos com o orçamento comprometido. Porém, é importante ter consciência de que fazer um esforço para guardar parte do seu dinheiro pode significar a segurança financeira do seu futuro, ou até mesmo a realização de um sonho. É claro que, para quem não está com o nome limpo, a prioridade no início realmente será usar essa quantia para pagá-las.

Portanto, você pode fazer um plano de previdência privada, criar um fundo para emergências, entre outras possibilidades.

30% para os desejos pessoais

Geralmente, uma das maiores preocupações de quem evita poupar é ter que abrir mão dos seus momentos de lazer. Mas isso não precisa acontecer! Destine 30% de sua renda para seus gastos pessoais: jantar fora, ir ao cinema, fazer compras, baladas, etc. 

Só não vale esquecer: se suas despesas essenciais estiverem comprometidas, naturalmente o primeiro corte a ser feito será aqui, no seu estilo de vida.

Agora que você já sabe como funciona a regra 50 20 30, pode utilizá-la como ponto de partida para um bom controle financeiro. Assim, você terá mais consciência sobre seus gastos e poderá controla-los da melhor maneira possível. Bora começar?

Fontes: Finanças Forever; Organizze

Continue nos acompanhando também pelo Facebook, Instagram e Twitter!


Conta pra gente: o que achou desse post?